Blog

Mensagem do Prof. Inamoto - Maio 2015.

21/07/2017 11:24:16

Os dias passam cada vez mais rápido e por vezes mal conseguimos parar e refletir sobre os acontecimentos. Olhando para trás e fazendo uma revisão de nossos objetivos traçados no início do ano, percebo que estamos superando nossas expectativas. Somente no mês de abril, a QuantumBIO esteve nas cidades de Belém do Pará, Novo Hamburgo, São Paulo e Brasília promovendo o Curso Prático de Biorressonância, através do qual estamos atingindo um número crescente de profissionais da saúde.


Juntamente com essa atividade, promovemos Seminários de Saúde e Prevenção, nosso evento mensal aberto ao público, em mais 4 cidades, levando de forma gratuita a centenas de pessoas informações sobre como melhorar sua saúde a partir de seus hábitos e estilo de vida.


Tudo isso nos faz ter certeza de que estamos no caminho certo, construindo junto com profissionais da saúde e a população uma nova mentalidade em prol da saúde integral. Estamos apenas iniciando, e queremos que você faça também parte dessa transformação.


Nesta edição do Informativo QuantumBIO, estaremos falando sobre um tema muito importante: hormônios. É um assunto de suma importância para ambos os sexos, pois é o regulador de todas as atividades orgânicas, tanto as de ordem mecânica quanto emocional.


Fazendo uma analogia, podemos comparar o nosso corpo com uma “orquestra”. A orquestra é composta por vários tipos de instrumentos, com sons e formatos diferentes. No entanto, para executar uma sinfonia, é preciso que os instrumentos estejam devidamente afinados e que os executantes (que são os músicos) façam cada um a sua parte conforme determina o maestro. Portanto, a harmonia de uma música perfeita requer instrumentos afinados, músicos habilidosos e um dirigente que coordena eficientemente a sua execução.


O nosso corpo é constituído por trilhões de células que compõem os tecidos, e estes por sua vez formam os órgãos, que fazem os diversos sistemas e assim por meio destes, o organismo. A coordenação dos sistemas basicamente está a encargo do nosso cérebro, cujo responsável é o Sistema Nervoso. Porém, quem comanda a execução é a Hipófise por meio das funções endócrinas. De forma análoga, podemos dizer que a glândula Hipófise é o nosso “Maestro”.


Fatores provenientes da poluição, como metais tóxicos e substâncias químicas na alimentação (seja ela industrializada ou não), assim como restrições sociais que geram hábitos inadequados, são inconvenientes que agem negativamente no complexo orgânico, promovendo a degradação precoce do cérebro. A queda no desempenho cerebral é motivo número um que desencadeia o descontrole do eixo hipotálamo/hipófise e que por sua vez desestabiliza a tireoide, ocasionando como consequência o desequilíbrio do metabolismo, que é a função básica na manutenção da saúde.


Faça seu comentário:

País:

Atuação profissional: