Blog

Universo Orgânico.

21/07/2017 14:17:40

Universo Orgânico.

Qual é a base estrutural necessária para a saúde integral e como o homem está gradativamente se afastando dela.

Em termos de saúde, quando falamos sobre o “meio ambiente”, devemos entender que estamos nos referindo ao meio natural e ecologicamente viável à sobrevivência digna daquela entidade, seja orgânica ou não, sem a ocorrência do incremento indevido da degradação incidente ao contexto global.


No entanto, a ação do ser humano no contexto das existências gerou o que chamamos de artificialismo, quebrando assim os fatores sequenciais da natureza, que desestabilizou a sustentabilidade do meio em todos os sentidos, gerando os problemas básicos do meio ambiente.


O homem “tropeçou na inteligência” em aglomerar-se para viver, ocasionando a concentração das necessidades e também da poluição. Basta verificar que 85% da população mundial está concentrada em apenas 10% da área disponível, gerando um impacto ambiental violento. O ar ideal para a sobrevivência humana deveria estar quimicamente equilibrado na proporção de 4.200 íons positivos e 4.200 íons negativos por centímetros cúbicos, que é a situação que ainda podemos encontrar na mata virgem. Nos grandes centros urbanos, devido a poluição e instabilidades da temperatura e umidade, o desequilíbrio chega a proporção de 300 íons positivos para 100 íons negativos por centímetros cúbicos, tornando um ambiente propício a proliferação de vírus, bactérias e agentes alergênicos.


Procure inteirar-se do desempenho do seu organismo como um todo, a fim de frear a degradação silenciosa que pode culminar em doenças crônicas irreversíveis.


Inteirar-se dos fatores negativos à nossa saúde e evitá-los é a única forma de buscarmos um meio ambiente mais saudável, a fim de gerarmos à natureza e aos nossos semelhantes um mundo mais saudável e feliz.


Faça seu comentário:

País:

Atuação profissional: