Blog

A importância de controlar a respiração para uma qualidade de vida melhor

15/07/2020 09:55:27

A respiração é um dos fatores mais importantes do bom funcionamento do corpo humano. Ao longo de muito tempo, foi condicionado que o ato de respirar é conduzido pelo cérebro, mais precisamente na área do tronco, que é responsável por esta e outras funções vitais, tais como os batimentos cardíacos e os padrões de sono. 

Porém, pesquisas recentes apontam que a respiração pode afetar o estado do cérebro. Ou seja, diferentes tipos de respiração, e a forma como ela é alterada pelas nossas rotinas, podem causar diferentes reações cerebrais. Portanto, compreender a importância do domínio respiratório pode ajudar no controle emocional, foco e tranquilidade. 

Respirando sem esforço 

Muitas das rotinas profissionais modernas estão atreladas a utilização do computador. No momento em que a maioria das pessoas começa a digitar ou utilizar o mouse, a frequência respiratória sofre um aumento considerável. Enquanto trabalha-se no computador, a taxa de respiração dos adultos aumenta de 30% a 18 respirações por minuto, enquanto a taxa de pessoas que jogam no computador aumenta de 68% a 25 respirações por minuto. 

Essa respiração rápida contribui para a hiperventilação subclínica, aumento na tensão do pescoço e ombros, além de afetar de maneira geral o sentimento de fadiga. Aprender a respirar sem esforço é um aspecto importante para desenvolver um estado de relaxamento e regeneração pleno. 

Para aprender essa técnica, é necessário iniciar observando o ritmo e o movimento da respiração enquanto você está sentado trabalhando. Observe se seu funcionamento respiratório se reflete em maiores movimentos no peito ou no abdômen. A maioria dos adultos tende a respirar mais rápido e mais alto no peito durante os períodos de trabalho ao computador, o que pode levar a suspiros, cansaço e tensão. 


Para conseguir respirar sem esforço, é indicado reduzir a frequência respiratória e diminuir a localização de movimentos. Para tal, basta imaginar que seus pulmões são como um balão, localizado em seu abdômen. Ao inspirar, permita que o balão se expanda e, ao expirar, permita que ele se contraia. 

Ao praticar este tipo de exercício, lembre-se de adotar os seguintes passos:

- Se estiver usando um cinto, afrouxe-o para que seu abdômen possa se expandir;

- Expire silenciosamente, soltando um leve sorriso; 

- Como se estivesse sussurrando, fale “haaah” de maneira bastante suave enquanto expira; 

- Permita que o tempo de expiração seja o dobro do tempo de inalação; 

- Concentre-se na expiração e esqueça da inalação; 

- Imagine que o ar está sendo exalado por seus braços, pulsos, mãos e dedos.

A ideia é praticar este tipo de respiração mais lenta várias vezes enquanto estiver sentado em frente ao computador. Durante o processo, observe-se e tente expirar mais devagar. Ao inspirar, sinta seu abdômen se expandindo. 

Pratique em outros momentos

Manter atividades respiratórias no ambiente profissional é de extrema importância, mas ter rotinas fora do horário de trabalho também ajuda a melhorar sua condição física e cerebral através do ar. A ideia é aproveitar o tempo de descanso para realizar algumas atividades básicas. 

Deite-se de costas com um travesseiro sob os joelhos, afaste seus pés na mesma largura de seus ombros. Deixe as mãos descansarem, espalmadas, estando de 15 cm a 30 cm afastadas ao lado do corpo. Coloque um peso de 1 a 2 kg sobre o seu estômago, pode ser um saco de arroz ou feijão, por exemplo. 

Ao inspirar, empurre o peso para cima e para longe de você enquanto o abdômen se expande. Durante a expiração, permita que o peso empurre o abdômen para baixo enquanto o ar flui. Continue a respirar e permita que a expiração vá cada vez mais devagar. Concentre sua atenção suavemente nas sensações de movimento do seu abdômen. Se seu foco se desviar, traga ele de volta para a atividade. É ideal realizar esta atividade por 20 minutos. 

A terapêutica OrtoBiomolecular

Sente que ainda precisa de outra forma para controlar a sua respiração? A melhor delas é: conheça o seu corpo. Aqui na QuantumBIO, por meio do nosso Método e da Terapia OrtoBiomolecular, guiamos você por um aprendizado sobre seu organismo, fazendo com que entenda o que está causando cada desequilíbrio. 

Após uma análise detalhada por meio diferentes exames, são feitas recomendações terapêuticas, como adaptações no estilo de vida e o uso de produtos quânticos, personalizados de acordo com a necessidade individual. Alguns exemplos de moduladores frequenciais que podem colaborar no controle da respiração são o Oxi*Q – que auxilia no equilíbrio das funções e ritmos energéticos que podem refletir em problemas respiratórios – e o Gh-L*E Plus – que equilibra emoções, melhora a sensação de bem-estar, colaborando na sensação de tranquilidade e por consequência, no fluxo respiratório.

Gostou das dicas? Continue lendo mais conteúdos que podem melhorar seu bem-estar.

Conheça também o Método QuantumBIO, uma terapia em 5 passos para você conquistar a saúde e qualidade de vida desejadas.



Faça seu comentário:

País:

Atuação profissional: