Blog

Pesquisas indicam que o Azeite de Oliva extravirgem pode ser eficaz na prevenção do Alzheimer.

26/07/2018 16:42:38

Pesquisas recentes, realizadas com animais, mostram que o azeite de oliva extravirgem pode proteger a memória e estimular a capacidade de aprendizado. Além disso, ele também pode reduzir a formação de placas beta-amilóides (A?) e redes neurofibrilares no cérebro - características clássicas da doença de Alzheimer (DA).


O estudo, feito por pesquisadores da Universidade de Temple, na Filadélfia, Pensilvânia, sugere que é o azeite de oliva extravirgem presente na dieta mediterrânea que provavelmente promove o envelhecimento cerebral saudável das pessoas daquela região.

 

A substância é consumida há mais de 2000 anos como condimento e complemento na alimentação de muitos povos - principalmente na região da Grécia. Nunca foi achada uma contra indicação nem efeitos colaterais causados pelo consumo diário de azeite de oliva extravirgem.

 

Pesquisa - Essas conclusões foram tiradas a partir de testes feitos em camundongos transgênicos triplos. Estes foram criados especificamente para desenvolver as principais características patológicas do Alzheimer, incluindo placas amilóides e redes neurofibrilares.

Os animais foram divididos em dois grupos. Um grupo recebeu ração enriquecida com  azeite de oliva extravirgem e o outro recebeu ração regular. Os camundongos foram submetidos a testes comportamentais e os pesquisadores confirmaram que os  que foram alimentados com a dieta enriquecida com azeite de oliva extravirgem tiveram desempenho significativamente melhor em testes projetados para avaliar a memória de trabalho, memória espacial e habilidades de aprendizado em comparação com ratos alimentados com comida normal.

Os pesquisadores também encontraram uma redução estatisticamente significativa na quantidade de peptídeos A? depositados nos cérebros dos animais tratados com  azeite de oliva extravirgem em comparação com os outros.

 

ORO VERDE

 

A QuantumBIO comercializa o Oro Verde, um azeite de oliva extravirgem 100% orgânico. Além de apresentar um gosto peculiar, agradável ao paladar, o Oro Verde leva aos seus consumidores as vantagens descobertas no estudo apresentado - melhora na memória, na capacidade de aprendizado e diminuição dos riscos de se desenvolver a doença de Alzheimer.

 

Além disso, o Oro Verde é rico em polifenóis. Isso porque ele é extraído de azeitonas ainda muito jovens. De forma geral, os polifenóis são substâncias naturais encontradas em plantas, na forma de flavonóides, taninos, lignanas, dentre outras. As substâncias têm benefícios classificados como antioxidantes e antiinflamatórios naturais e possuem propriedades terapêuticas, estando presentes em alimentos e plantas medicinais.

 

Conheça mais sobre o Oro Verde no site da QuantumBIO.

 

Referência:

https://www.medscape.com/viewarticle/882149#vp_1 [1] 


Faça seu comentário:

País:

Atuação profissional: