Blog

Prevenção do Sistema Circulatório.

21/07/2017 17:44:56

Em síntese, o sistema circulatório existe para realizar no corpo a distribuição de elementos necessários à manutenção da saúde e de seu funcionamento como um todo. O sangue transporta nutrientes, água, oxigênio e os demais elementos que promovem a funcionalidade orgânica, tais como os hormônios produzidos pelo sistema endócrino.


O sistema circulatório é responsável pelo funcionamento orgânico e pela sua defesa, sendo também o primeiro fator causador do envelhecimento precoce e gerador dos processos degenerativos. Isso ocorre quando há desequilíbrios na circulação sanguínea ou carência de nutrientes essenciais na composição do sangue. Desta forma, existem vários agravantes que uma pessoa deve monitorar, afim de manter a eficiência circulatória, evitando assim a precocidade da debilidade orgânica.


Nessa matéria especial, o Informativo QuantumBIO preparou para você um roteiro de perguntas que podem auxiliar a identificar possíveis fragilidades do seu sistema circulatório e também selecionou dicas importantes que podem ajudar na sua prevenção.


As questões a seguir são de ordem cultural, e não tem por finalidade diagnosticar ou tratar qualquer doença. Em caso de dúvidas, procure um profissional da saúde devidamente habilitado.


QUAIS SÃO OS FATORES TENDENCIAIS DA NATUREZA HUMANA NA FRAGILIDADE RELATIVA AO PROCESSO CIRCULATÓRIO?


O que define os fatores tendenciais de uma pessoa desenvolver debilidades cardiovasculares são as características comportamentais de sua natureza, que não deixam de ser manifestações dos seus fatores genéticos, normalmente provindos dos seus pais.


Por isso, uma pessoa que tem pelo menos três ou mais das sete características abaixo deveria prevenir-se para evitar a precocidade da queda do desempenho cardiovascular e em consequência do sistema cerebral. Faça você o teste, sinalizando com um “x” nas questões a seguir:


  • Natureza enérgica e ativa.
  • Natureza medianamente enérgica e ativa.
  • Eventualmente sentem falta de energia.
  • Natureza positiva e otimista.
  • Tem momentos de pessimismo com ansiedade.
  • Tem momentos de pessimismo com depressão.
  • Eventualmente está distraído ou indiferente.


SINAIS E SINTOMAS QUE COMPROVAM OS FATORES TENDENCIAIS.


Quando uma pessoa tem sinais que comprovam os fatores tendenciais, tem necessidade de prevenir-se, visando evitar a sua evolução no decorrer da sua vida, principalmente após os 40 nos de idade. Se você tem pelo menos três dos sintomas abaixo, é importante cuidar-se.


  • Variação da pressão arterial.
  • Sinais de varizes.
  • Eventualmente as pernas ou tornozelos incham.
  • Ter câimbras eventuais.
  • Acontecer de ter os pés e mãos frios.
  • Ter que acordar à noite para urinar.


AGORA QUE VOCÊ RESPONDEU AS QUESTÕES, QUE TAL CONHECER ALGUNS DOS FATORES DE RISCO PARA O PROCESSO CIRCULATÓRIO?


Evitar ou minimizar os fatores de risco significa manter a eficiência do processo alimentador do organismo, evitando desta forma a queda no seu desempenho. São fatores básicos de risco:


  • Tendência genética.
  • Sedentarismo.
  • Consumo de fumo ativo ou passivo.
  • Consumo excessivo de álcool.
  • Alimentação inadequada em termos de balanceamento e combinação.
  • Não respeitar o ciclo digestivo.
  • Estado de estresse negativo.


TALVEZ VOCÊ NÃO SAIBA, MAS DIVERSOS OUTROS SISTEMAS ORGÂNICOS AFETAM O SISTEMA CIRCULATÓRIO. CONHEÇA AGORA OS PRINCIPAIS.


O sistema cardiovascular é coadjuvante, porém dependente de outros sistemas que interagem no seu devido funcionamento.


Nesse sistema, não basta simplesmente o sangue circular, mas também haver todos os nutrientes essenciais, estar bem oxigenado e ter a fluidez ideal. Por isso, a ineficiência de outros sistemas prejudicam o processo circulatório, e os mais importantes são:


  • Sistema digestivo.
  • Sistema hepático.
  • Processo pâncreas e vesícula.
  • Processo da supra-renal.
  • Sistema endócrino.
  • Sistema respiratório.


É IMPORTANTE TAMBÉM VOCÊ FICAR ATENTO A CARÊNCIAS NUTRICIONAIS BÁSICAS QUE AFETAM OS SISTEMAS DEPENDENTES CITADOS ANTERIORMENTE.


Os maus hábitos de vida e a deficiência na qualidade dos alimentos  geram na população carências nutricionais que afetam os processos orgânicos na sua funcionalidade. As carências mais comuns são:


  • Vitaminas do Complexo B.
  • Fator Zinco, Cobre, Magnésio e Ácido Fólico; Fator Cálcio.
  • Aminoácidos essenciais e Ácidos graxos essenciais.
  • Ácido Glutâmico.
  • Fator Iodo, Selênio, Cobalto e Boro.


COMPLEMENTOS NUTRICIONAIS OU SUPLEMENTOS ALIMENTARES ADEQUADOS AO SISTEMA CIRCULATÓRIO.


Na atualidade, podemos dizer que é quase impossível manter o equilíbrio orgânico somente através da alimentação normal, pois incide nesse aspecto, como já foi dito, a qualidade dos alimentos disponíveis e os hábitos inadequados, causando na população desequilíbrios orgânicos, principalmente no que se refere ao processo cardiovascular.


Desta forma, é importante a adoção de uma suplementação nutricional natural, com produtos feitos pela mais alta biotecnologia hoje disponível, a fim de prevenir a degradação das funções orgânicas básicas. Para o processo circulatório recomenda-se:


  • Geleia Real: reforça a capacidade muscular do coração e é um excelente antioxidante natural, além de possuir substâncias neurotransmissoras.
  • Levedo de Cerveja: garante as vitaminas do Complexo B.
  • Chlorella: contém todos os nutrientes necessários. Age como alcalinizante do sangue além de ser desintoxicante.
  • Squalene: é um terpeno liberador de oxigênio. Melhora a fluidez do sangue em poucos minutos, pois otimiza a saturação de oxigênio na hemoglobina.
  • Pfaffia Iresinóide ou Paniculata: supre e garante o fator Zinco, Cobre e Ferro, importante na circulação sanguínea.
  • DHA – Docosahexaenóico: age como antiplaquetário e maleabiliza as funções cerebrais, melhorando a memória e a acuidade visual.
  • Ômega 3: otimiza a circulação e é coadjuvante das funções endócrinas.
  • Óleo de Prímula: Rico em Ácido Linoleico, precursor das prostaglandinas que formam os hormônios sexuais.
  • Óleo de Germem de Trigo: melhor fonte natural da vitamina E, importante na circulação sanguínea e na função endócrina.
  • Lecitina de Soja: excelente protetor hepático e emulsificante de gorduras, evitando colesterol maléfico e triglicerídios.


Importante: ao adquirir produtos nutricionais, verifique a sua origem, a idoneidade e a existência ou não do Certificado de Garantia e se tem registro no Ministério da Agricultura ou no Ministério da Saúde.


CONSIDERAÇÕES FINAIS


Verificamos que todas as pessoas, principalmente aquelas com fatores tendenciais que impactam no processo cardiovascular, devem ter ao seu lado um bom profissional da saúde que as monitore com todas as precauções que a medicina moderna oferece e preconiza. Assim, uma boa saúde requer o equilíbrio físico, mental e social, em prol da saúde integral e dar harmonia entre os seres. 


Faça seu comentário:

País:

Atuação profissional: