Blog

Hormônios e a Jovialidade.

21/07/2017 15:47:44

Os hormônios que atuam na jovialidade do organismo humano: saiba quais são os riscos e benefícios da reposição.


ESTROGÊNIO E PROGESTERONA 


Indicada normalmente após a menopausa, a reposição pode melhorar a pele, os cabelos, o humor e a lubrificação vaginal, além de prevenir a osteoporose e doenças cardiovasculares. 

Como o estrogênio é cancerígeno, pessoas com histórico familiar não devem fazer o uso. Também é contra-indicado para mulheres com sangramento vaginal, doenças do fígado, trombose venosa, alterações genéticas das gorduras sanguíneas e aquelas que tiveram infarto. 


TESTOSTERONA


O hormônio masculinizante cai lentamente a partir dos 30 anos e, na maioria dos homens, não é preciso reposição. Quando necessária, deve ser cuidadosa, em doses apropriadas e com acompanhamento médico.

O uso indiscriminado traz riscos para o fígado, a próstata e alterações da pressão arterial. 


HORMÔNIO DO CRESCIMENTO (HGH)


Substância natural produzida pela glândula hipófise sendo responsável pela velocidade de crescimento normal do ser humano. 

Nas terapias de rejuvenescimento, é usado para a regeneração celular, para aumentar a energia e a massa muscular, o rendimento cardíaco, o humor, a memória e a função sexual e restaurar a elasticidade da pele e a qualidade do sono.

Muitos médicos não o recomendam porque pode piorar doenças cardiovasculares e provocar o crescimento anormal das extremidades ósseas. 


DHEA (DIHIDROEPIANDROS-TERONA) 


Produzido pela glândula supra-renal, o nível deste hormônio no organismo já é metade do necessário aos 40 anos.

A diminuição do DHEA, batizada como pílula da juventude, facilitaria a ocorrência de doenças cardiovasculares.

O uso é contra-indicado para os homens com hipertrofias prostáticas severas e câncer de próstata, e para as mulheres com displasia mamária severa ou com câncer de mama. 


MELATONINA 


Químico natural relacionado com a regularidade do sono, produzida pela glândula pineal. Suas supostas ações seriam a melhora do sono, efeitos antioxidantes e aumento do tônus muscular. 


OVOGÊNESE E ESPERMATOGÊNESE 


Não existem hormônios masculinos ou femininos, mas sim hormônios masculinizantes e feminilizantes. A manutenção de ambos os sexos, está no equilíbrio dos hormônios nas características de cada sexo que é a fonte geradora da saúde e bem estar de ambos.


Faça seu comentário:

País:

Atuação profissional: